fbpx

Aprenda sobre marketing de permissão e obtenha destaque

Para entender o que é marketing de permissão, é necessário entender a maneira como as empresas abordam os consumidores nas estratégias de marketing. Um exemplo dos dias atuais é quando vamos assistir a um vídeo no YouTube, mas antes de sua transmissão, vemos um anúncio.

Esse tipo de abordagem não depende da autorização do usuário para ser veiculada. Ou seja, nós, que acessamos essa plataforma, não pedimos para ser impactados por essas propagandas.

Mesmo que elas sejam relevantes, a experiência do usuário no YouTube foi afetada por essa ação. Mas isso é um problema, tanto que muitas pessoas estão instalando bloqueadores em seus computadores e celulares, porque não querem ver.

O marketing de permissão surge com uma nova proposta, que é justamente conquistar o consentimento dos consumidores para se relacionar com eles.

A internet é um ambiente onde costumamos ver todo tipo de propaganda. São infinitas marcas que nos abordam todos os dias, mas nem todas elas despertam nosso interesse.

Pensando nisso, neste artigo, vamos explicar o que é marketing de permissão, como colocá-lo em prática, seus benefícios e quais práticas devem ser evitadas. Acompanhe a leitura do texto conosco.

Entendendo o conceito de Marketing de Permissão

O Marketing de Permissão é um tipo de abordagem que tem como objetivo conquistar a permissão do cliente para se relacionar com ele. Apenas depois desse consentimento é que a marca inicia suas estratégias de comunicação.

Ou seja, uma empresa de furação de poços artesianos, por exemplo, só vai enviar seus materiais de publicidade depois que o cliente autorizar essa ação. É assim que ela vai chamar a atenção de seu público por meio de ações, como:

  • Anúncios;
  • Publicações no blog;
  • E-mail marketing;
  • Envio de conteúdo.

Quando um cliente conhece vantagens ou ofertas de uma companhia, e isso fizer com que ele queira iniciar um contato, pode confirmar esse desejo por e-mail ou fornecer mais algumas informações.

A partir disso, ele vai receber outros tipos de materiais, como uma newsletter. As marcas precisam estar atentas a essa estratégia, porque é por meio dela que elas conseguem atrair os consumidores de forma natural.

Além disso, é uma forma de investir em ações de marketing mais direcionadas. Consequentemente, a imagem do negócio será mais positiva e as pessoas vão perceber que suas vontades são respeitadas.

Agora que você já sabe o que é marketing de permissão, no próximo tópico, vamos mostrar como ele pode ser colocado em prática. Continue a leitura.

Como fazer Marketing de Permissão?

Para investir nessa estratégia do jeito certo, a empresa precisa investir em algumas práticas. Dentre elas estão as seguintes:

Criar conteúdo relevante

Para conquistar a permissão de se relacionar com os consumidores, é necessário atraí-los de alguma forma e para que eles conheçam mais a marca.

Para isso, um fabricante de, por exemplo, bolsas personalizadas para brindes investe em estratégias como Marketing de Conteúdo e SEO (Search Engine Optimization).

Marketing de conteúdo consiste na criação de materiais completos e valiosos, que falam sobre assuntos do interesse do público-alvo, e que podem assumir diferentes formatos, como:

  • Vídeos;
  • Textos;
  • Áudios;
  • Imagens;
  • Infográficos.

SEO é um conjunto de estratégias que têm o objetivo de otimizar as páginas de um site, para que elas apareçam entre os primeiros resultados de pesquisa.

São boas estratégias porque permitem que o público fique no controle, visto que quando uma pessoa tem interesse em determinado assunto, ela mesma pesquisa sobre ele.

A empresa não precisou anunciar nada, ela apenas criou um conteúdo com as estratégias de SEO e permitiu que ele fosse encontrado pelos consumidores.

Criar uma landing page

Se você precisa da permissão das pessoas, precisa criar meios para que elas deem essa permissão. Nos blogs ou sites, a melhor maneira de fazer isso é criando uma landing page, oferecendo materiais ricos, para que as pessoas se cadastrem.

Isso é interessante para organizações, como uma empresa de eventos corporativos, que já possuem uma base de clientes. Se este não for o seu caso, você pode enviar um e-mail perguntando se as pessoas desejam fazer parte da sua lista de contatos.

Outra forma de conquistar essas permissões é por meio de contatos pessoais. Por exemplo, uma loja física pode aproveitar a visita de um cliente para conseguir essa autorização.

Caso você escolha a landing page, deixe clara a razão pela qual você está solicitando esses dados. Se a pessoa fez o cadastro porque está interessada em receber conteúdos, então não envie promoções.

Ademais, por exemplo, se um fabricante de dissipador de calor deseja enviar, posteriormente, um conteúdo mais comercial, deve novamente pedir permissão.

Enviar opção de descadastro

Assim como o cliente se cadastrou, ele tem o direito de se descadastrar. Você pode fazer isso enviando, a cada novo e-mail, um link para que a pessoa exclua o cadastro de seus contatos.

Isso é importante porque reforça a tese de que a sua organização respeita e se importa com as vontades e desejos de seus clientes.

Benefícios do Marketing de Permissão

É claro que investir nessa estratégia também tem seus benefícios. Então, dentre os que podemos destacar estão:

Mais credibilidade para a marca

Um dos resultados de investir nessa prática é que ela ajuda a construir uma marca mais confiável para o consumidor. Isso acontece porque ele causa a impressão de que a companhia se preocupa com a privacidade dos clientes.

Pedir consentimento para iniciar um diálogo eleva o patamar de uma empresa de renovação de licença ambiental, por exemplo, aos olhos do público. Assim, inicia-se um relacionamento respeitoso e amigável entre as partes.

Mais chances de conversão

O marketing de permissão também beneficia as taxas de conversão, uma vez que as campanhas são direcionadas apenas para as pessoas que as permitiram. Portanto, o negócio vai ter contato com alguém que demonstrou certo tipo de interesse.

Se um grupo de pessoas se cadastrou para receber mais informações sobre ofertas e produtos, é natural que as campanhas criadas para elas terão resultados muito melhores que as demais.

Foco na comunicação

Por exemplo, se uma assessoria contábil em São Paulo investe em Marketing de Permissão, além de garantir o conforto do cliente, possibilita que a empresa se desenvolva de maneira mais assertiva e melhore suas estratégias.

É uma forma de manter o foco em uma comunicação mais inteligente e direcionada, uma vez que você vai conversar com leads que demonstraram interesse no negócio.

A marca, então, passa a trabalhar com conteúdos qualificados, com foco no perfil e nas necessidades das pessoas com quem se comunica. Também é uma forma de conquistar uma linguagem mais personalizada, fazendo com que o cliente se sinta mais confortável.

Reduz SPAM

Quando uma empresa envia e-mails em massa, existe um risco de sua mensagem ser transferida para a caixa de SPAM do contato.

Mas pelo fato de um fabricante de avental cirúrgico descartável, por exemplo, investir em marketing de permissão, ele vai falar com um número reduzido de pessoas, porém, que realmente se interessam por ele, o que reduz os riscos de SPAM.

O que não fazer no Marketing de Permissão?

Assim como existem estratégias recomendáveis, existem aquelas práticas que podem prejudicar o planejamento. Uma ação que deve ser evitada é esconder a opção de opt-out, ou seja, aquele link que possibilita que o usuário deixe de receber seus e-mails.

Além de deixar esse link visível, você pode direcionar as pessoas que clicaram nele para um formulário, para que elas expliquem o que as levou a tomar essa decisão.

Não compartilhe dados de seus contatos com parceiros de negócios. Lembre-se de que essas pessoas desejam manter contato com você. Elas passaram as informações para a sua empresa e não para outras.

Toda organização, como uma de fretado para empresas, deve saber como abordar as pessoas no primeiro contato. Portanto, não seja invasivo no primeiro contato, ao conquistar a permissão de um consumidor, deixe que ele encontre você.

Por fim, nunca peça muitas informações para concluir um cadastro. O nome, e-mail e telefone já são dados suficientes para encorpar a lista. Quanto mais informações você pedir para as pessoas, mais elas vão se negar a passar.

Conclusão

O comportamento do consumidor moderno mudou muito, e isso se deve ao fato de que a internet trouxe muita informação. E ela também abriu as portas para que mais marcas possam oferecer os seus produtos e serviços.

Em vista de tantas empresas interrompendo os consumidores de várias formas, nada como atrair a atenção dele de forma natural e conquistar sua permissão para se comunicar.

O marketing de permissão é a estratégia certa para isso, e neste artigo, você aprendeu um pouco mais sobre ele e como colocá-lo em prática, para ter acesso a todos os seus benefícios. Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.