fbpx

Saiba como fazer a gestão financeira de uma empresa

Saber como fazer uma gestão financeira assertiva é um requisito básico para qualquer empresa, afinal, todos os demais departamentos dependem dela para manter a qualidade dos processos e desenvolver ações que realmente gerem bons resultados. 

No entanto, cuidar dos aspectos administrativos e financeiros não é uma atividade fácil, portanto, é fundamental que os profissionais responsáveis sejam dedicados, comprometidos com o trabalho e, principalmente, conheçam e entendam o dinamismo do mercado. 

Além disso, vale mencionar que com o crescimento do negócio, torna-se cada vez mais complicado gerir o departamento financeiro de uma empresa, pois, assim que as receitas aumentam, as despesas e outros custos também tendem a subir. 

Pensando nisso, preparamos uma lista com 4 passos infalíveis para que você possa fazer a gestão financeira da empresa na qual trabalha. Confira, a seguir, alguns cuidados que podem fazer toda a diferença no departamento financeiro do companhia: 

1. Faça um bom planejamento financeiro

O planejamento financeiro é o primeiro passo para fazer uma gestão financeira eficiente. É ele quem vai definir, de uma maneira muito clara, quais são as principais metas e objetivos da sua empresa. 

Caso o seu negócio esteja em constante crescimento, novas metas de gestão empresarial devem ser estipuladas para que o seu negócio continue alcançando bons resultados. Para isso, defina os seguintes aspectos: 

  • As suas metas;
  • Os seus planos operacionais;
  • Os seus prazos;
  • Os seus projetos. 

Dessa forma, você poderá realizar novos investimentos sem afetar o orçamento do seu negócio. Afinal, o planejamento financeiro permite que você identifique erros que podem comprometer a saúde financeira da empresa. 

2. Atente-se ao fluxo de caixa

Muito provavelmente você deve ter ideia da importância do fluxo de caixa na gestão financeira de uma empresa, certo? Por meio dele, é possível saber todas as entradas e saídas de dinheiro durante um determinado período.

Vale mencionar que somente com um fluxo de caixa bem controlado, o gestor conseguirá identificar quanto a empresa tem disponível para alocar novos recursos e se os custos não estão ultrapassando as receitas, como os gastos de comprar ímã de neodímio

3. Tenha muito cuidado com as dívidas

Um dos principais desafios de gerir um departamento financeiro é a presença e o acúmulo de dívidas. Os custos voltados à energia elétrica, fornecedores e outros serviços sempre vão existir. No entanto, essas dívidas não podem ser superiores às receitas. 

Sendo assim, faça uma análise detalhada sobre os principais custos fixos da sua empresa, avalie o que pode ser reduzido ou mesmo cortado. 

Talvez não seja tão necessário contar com um sensor de temperatura umidade no ambiente de trabalho, já que ele consome uma grande quantidade de energia e pode sobrecarregar a sua conta de luz. Coloque no papel e veja o que pode ser feito. 

4. Diminua custos improdutivos 

Por fim, os custos improdutivos são todos os gastos que não geram retornos financeiros significativos para a empresa. Os desperdícios de SPDA para raio, por exemplo, podem ser considerados custos improdutivos, pois só geram despesas desnecessárias para o seu negócio.

Gostou do nosso post sobre como fazer a gestão financeira de um negócio? Então, compartilhe com os colegas e deixe o seu comentário!

Esse‌ ‌artigo‌ ‌foi‌ ‌escrito‌ ‌por‌ ‌Beatriz‌ ‌Barros,‌ ‌Criadora‌ ‌de‌ ‌Conteúdo‌ ‌do‌ ‌‌Soluções‌ ‌Industriais‌

Comentários
Converse no WhatsApp